Infinidade

A outra margem

da palavra

rio

translato,

subjacente,

visitado por andorinhas.

Rios e palavras brincam

de fazer de conta

que o azul nimbo

e o azul ametista

são da mesma fonte!!!

 

Um, silêncio

outro, grito!

 

Infinitude breve,

eternidade vaga.

 

J. Camelo Ponte

Anúncios

Uma resposta para “Infinidade

  1. Eva Marques Falcão dos Santos

    admiro muito José Camelo Ponte, sua capacidade de escrever é fantástica!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s