Arquivo do dia: outubro 16, 2011

Coração Anárquico

Cólera,

         ventura,

                     gozo,

                            tortura,

                                     coração anárquico.

 

                                     De caminho errante

                                                      peito estéril,

                                     insistência pulsante,

                                                      em amor ferio;

                                     tibieza subverSiva!

 

Metamorfose

em cárcere úmido;

Âmago acorrentado!

                        Overdose

            em sentimento púnico,

                        Inebriado.

 

Habita-me

saca-me as asas (…)

deixa-me voar,

conhecer a força da imaginação,

a outra margem (…)

a palavra;

deixa-me voar,

viver em cores,

em sonhos coletivos (…).

 

 Desvela em mim

cândidas aventuras

em trianons

acalentados por orvalho

sob nascente sol de Bomfim.

Desvela em mim

tua essência.

 

Eduardo Candido Gomes