A morte de um bookmaker chinês

The killing of a chinese bookie, título original de A morte de um bookmaker chinês, é um filme de 1976, escrito e dirigido por John Cassavetes, que também trabalhou como ator, tendo participado de diversos longas-metragens, como The dirty dozen, de 1967, Rosemary’s baby, de 1968. Tem Ben Gazzara, de quem foi parceiro durante toda a década de setenta, como o protagonista Cosmo Vittelli, ex-combatente na guerra da Coreia e proprietário da decadente Crazy Horse West Strip Club, boate onde acontecem musicais, apresentados por Mr. Sophistication e suas De-lovelies, que levam seus clientes a viagens inimagináveis ao redor do mundo, passando por cidades como Viena e Paris.

Vittelli, sujeito requintado, que degusta os melhores champanhes e charutos em seu carro de luxo, e ao mesmo tempo vulgar, desfilando com garotas de programa a tiracolo, é apaixonado por seu trabalho, fazendo-o com muita devoção e amor; entretanto, seu vício em jogos de azar coloca-o em uma situação desconfortável quando se endivida em um cassino clandestino, cuja gestão é feita pela máfia de Santa Mônica, fato que o força a mergulhar no submundo de Los Angeles em busca de meios para quitar sua dívida. Recebe então um trabalho, de difícil execução, que, se realizado a contento, liquidará seus débitos, eliminando seus vínculos com os criminosos, mas o exporá a um grande risco.

Cassavetes faz de A morte de um bookmaker chinês um filme noturno, que desvela aos espectadores as meticulosidades sombrias do universo boêmio e degradado, cuja estética suja nos direciona a Taxi Driver, de 1976, de Martin Scorsese. Através de seus personagens, o diretor e roteirista compõe a fauna taciturna de uma metrópole recheada por cafetões, mafiosos e garotas de programa que vivem de maneira intensa cada momento, que poderá ser o último.

Por conta da forte crítica a que foi submetido em seu lançamento, Cassavetes reeditou o filme cortando cenas, incluindo novas tomadas e alterando algumas sequências, sendo relançado em 1978. É uma boa pedida para aqueles admiradores de filmes independentes que fogem dos padrões hollywoodianos e seus clichês maniqueístas.

Direção: John Cassavetes
Elenco: Ben Gazzara, Timothy Carey, Seymour Cassel, Robert Phillips
Duração: 108 minutos

 

Eduardo Candido Gomes

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s